Fórum Permanente da Mulher comemora dez anos com homenagem a líderes políticas


Publicado em 30/03

A escolha não poderia ser melhor! O Fórum Permanente da Mulher decidiu homenagear mulheres líderes políticas, para marcar a comemoração dos seus dez anos de ativismo pela construção e fortalecimento das políticas públicas pela garantia de direitos das mulheres. A homenagem na noite desta quarta-feira, no Restaurante Confraria da Sociedade Ginástica de Ijuí (Sogi), que será seguida por um jantar de confraternização (por adesão), vai reconhecer o trabalho em defesa e valorização das mulheres, desenvolvido pelas ex-vereadoras Helena Stumm Marder, Rosane Simon e Rosana Tenroller, a atual vereadora Alexandra Lentz, a atual primeira-dama Jussara Heck e a ex-primeira-dama Gessy Ballin, todas atuantes e com representatividade política.

Fonte: Prefeitura Municipal de Ijuí

De acordo com a assistente social da Coordenadoria Municipal da Mulher e integrante do Fórum Permanente da Mulher, Angela Marchionatti, a noite se revestirá de muita significação para toda a caminhada que representa a luta pela garantia de direitos das mulheres aqui no município. “Ijuí, como se sabe, vem alcançando muitas conquistas ao longo dos anos no que diz respeito às políticas públicas para as mulheres. Mas precisamos avançar cada vez mais e sempre. Esta é uma caminhada que não pode admitir retrocessos. Os avanços precisam ser buscados permanentemente, e graças a integração dos diversos segmentos, conseguimos articular uma rede de proteção à mulher forte e atuante”, diz.

Além das homenagens às mulheres, a noite também servirá à renovação do convite às entidades e pessoas que há dez anos aderiram a esse movimento de mulheres, contribuindo para a construção do Fórum e para o trabalho que este vem realizando desde então. “É muito importante que tenhamos claro que a política a ser feita pelo Fórum é a política de garantia de direitos e valorização das mulheres. O posicionamento político partidário de cada integrante é importante, até porque a representação política se concretiza nele ou por ele, mas não poderá jamais ser determinante, pois, quando ele se sobrepor ao movimento de mulheres, essa mobilização certamente perderá forças, podendo inclusive vir a perecer”, frisa Angela.

As entidades que deram início a todo esse movimento são: Ordem dos Advogados de Ijuí, Ministério Público, Delegacia de Atendimento Especializado da Mulher, Unijuí, 17 Coordenadoria Regional de Saúde (CRS), União Brasileira de Mulheres – UBM, 36 Coordenadoria Regional de Educação (CRE), Brigada Militar, Câmara Municipal de Vereadores, Hospital de Caridade de Ijuí, Conselho Tutelar, Poder Executivo de Ijuí, poder Legislativo de Ijuí, Susepee e pessoas da comunidade.

Para além das entidades convidadas a renovarem a participação junto ao Fórum, Angela lembra que ele é um espaço de construção coletiva e plural, sendo por isso aberto à participação de todos os interessados – homens e mulheres – entidades governamentais e não governamentais com disposição e vontade de contribuir para o fortalecimento do movimento de mulheres ijuienses. O Coletivo Sou Minha, Frente Feminista e Casa Ama também passarão, oficialmente, a integrar o Fórum.

O evento comemorativo aos dez anos do Fórum integra a programação do Mês da Mulher que vem sendo realizada desde o início de março, numa iniciativa do próprio Fórum e do Poder Executivo, por meio da Coordenadoria, com apoio de entidades integrantes da rede.